sábado, 20 de junho de 2009

Aventura em dose dupla!


Oi pessoal,

Hoje a aventura foi em dose dupla! No Parque das Dunas e no São João da minha escola. Fomos para o Parque das Dunas logo cedo, porque meu pai foi participar de um Seminário organizado pelo pessoal do trabalho dele.

Eu estava ansioso para chegar e brincar de speedy ball, mas não pude porque minha mãe não podia brincar comigo (ela disse que não pode ficar pulando por causa do bebê que tá na barriga dela) e o meu tio é muito morgado para brincadeiras com bola! Eu disse a ele que não tinha perigo e que aquilo nem era uma bola de verdade, mas não teve conversa, ele nem se animou. Fiquei muito P... da vida!

Minha mãe tentou me convencer a brincar nos outros brinquedos, mas eu achei tudo muito chato. Para piorar, minha mãe encontrou umas amigas e sentou num banquinho para conversar... ai já viu, né: quando minha mãe senta para conversar é porque a coisa vai demorar... Saimos eu e meu tio 'morgado' para procurar os tais "brinquedos legais", mas só encontramos parquinhos e balanços feitos de madeira rústica! Meu tio disse que eu não estava achando graça em nada porque eu estava chateado por não ter brincado de speedy ball, mas também ele queria o que? que eu ficasse feliz com qualquer coisa!? sou criança e gosto de aventuras e não de brinquedos de bebê...

Demos uma volta no Parque e fui mostrar a ele o Museu. Eu quis ir por uma trilha no meio do mato, mas meu tio 'medroso' disse que não podiamos entrar lá... Rááá.. mas depois eu mostrei a ele que aquele caminho estva certo e era bem mais rápido. Ele foi obrigado a reconhecer que estava errado e eu certo! Eu adoro quando eu estou certo! he, he, he...

Lá no Museu tinha um monte de bichos dentro de uns potes de vidro com alcóol, mas o Museu estava fechado e tivemos que brechar tudo pela janela. Depois levei o meu tio para conhecer as outras atrações do Parque. Primeiro fomos ao laguinho artificial e depois nos equipamentos de ginástica, onde eu fiz um monte de acrobacias malucas. Meu tio ficou espantado com minhas loucuras e tirou um monte de fotos!

Mesmo depois de todas esta volta, eu não estava nem um pouco cansado, mas meu tio 'gordo' já estava mortinho e foi se sentar com minha mãe num banquinho embaixo de uma árvore. Como não sou de perder tempo, sai em busca de novas aventuras! brinquei no speedy ball SOZINHO (ouviram mãe e Leo: SOZINHO!!), assisti uma apresentação de teatro e acabei encontrando com meu colega de escola, o João Vitor Marinho!

Em resumo, foi uma manhã de sábado diferente, mas poderia ter sido melhor se os meus parceiros de aventuras não fossem tão morgados... Ai meu Deus, não quero ficar velho nunca!

A tarde eu participei do São João da minha escola. Alunos de várias turmas se reuniram no Ginásio da Integração para dançar quadrilha e deixar os pais bastante contentes! Tinha barraquinha de comida típica e os escoteiros estavam vendendo estalinho!

A minha dança foi bem rápida, porque tinha muitas turmas para dançar. Caninguei minha mãe para ela comprar bombinha, mas ela foi dura na queda e não comprou! Não entendo quando os adultos dizem que bombinha de São João é o mesmo que queimar dinheiro... Bombinha é muito massa!

Passei o caminho da volta todinho aperriando minha mãe para ela me comprar bombinha, até que ela não aguentou mais e comprou uma caixinha de traques... eu queria mesmo era bomba bujão, rojão e 'peido de veia', mas tudo bem, para quem não ia me dar nada, traque já é alguma coisa!

Um Abração e até a próxima!!

2 comentários:

leonardo disse...

Valeu boy...

acho que esta foi a primeira vez q vc fez alguma aventura sem se empanturrar de baganas no final!

Obrigado por tantos elogios... mas td bem, continue atualizando o seu blog para que tenhamos sempre alguma aventura mirabolante para ler!

um abraço,
leo

Layana disse...

É mesmo... nem teve a sessão comilança. Sinal que eu economizei desta vez!

E respeite seu irmão(ã) que está na barriga rapaz... querer que eu jogue speedy ball é um pouco demais né?

Mas passa rápido viu pimpolho... depois que o bebe nascer, eu amamentar e meu corpo voltar ao normal eu volto a ser sua mamãe jovem e cheia de disposoção.

Te amo